Tudo pronto para a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

Tudo pronto para a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

image_pdfimage_print

Evento, que ocorre entre os dias 29 de setembro e 14 de outubro, contará com 45 bancas expositoras, 62 escritores e diversas atividades paralelas. Editora Vírtua, mais uma vez, será a editora com maior número de livros lançados. Conheça cada um deles

Quem passa pela Praça Dante Alighieri, no coração de Caxias do Sul, já pode conferir que a estrutura para a 34ª Feira do Livro da segunda maior cidade gaúcha já está toda montada. O espaço que abrigará as 45 bancas expositoras e os eventos paralelos já começa a ser ocupado pelos profissionais que trabalharão no evento, gerando grande expectativa em todos os amantes da literatura da região. “Esperamos manter neste ano a média de vendas do ano passado, que alcançou 57 mil exemplares, com expectativa de chegarmos aos 60 mil. Para isso, estamos preparando uma feira muito bonita, que conta com o trabalho incansável da equipe da Secretaria da Cultura, junto aos apoiadores, parceiros e patrocinadores”, resumiu Maria Cristina Tiburi Pisoni, diretora do Departamento do Livro e da Leitura da Secretaria Municipal da Cultura. Neste ano, as bancas oferecerão até 20% de desconto durante a Feira.

aerea 1 - Tudo pronto para a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

Vista aérea da Feira do Livro de Caxias do Sul. FOTO: Organização do evento

Participando do evento pelo quinto ano consecutivo, a Vírtua será a editora com o maior número de livros com lançamento e sessões de autógrafos, a exemplo do que ocorreu em 2017. Ao todo, serão 10 títulos da marca apresentados ao público. Conheça cada um deles:

“Kay, a coruja restaurativa”, de Antonio Flavio Teixeira – 29.09, 14h: Uma história cheia de bons valores para serem apresentados às crianças, como amizade, cooperação, respeito e amor à natureza. Conta a história da convivência de animais de diferentes espécies em um mesmo ambiente, destacando a importância de respeitar as características e necessidades de cada um para uma convivência pacífica entre todos.

“Pedaços”, de João Batista da Silva – 29.09, 15h: Neste livro, o escritor expressa todo o seu talento com a poesia, jogando com as palavras para demonstrar e expressar sentimentos que lhe marcaram com relação a pessoas, lugares, emoções e muito mais, sempre exaltando o lado humano das situações do cotidiano. Um livro de fragmentos poéticos, um enfeixe de poemas com sensibilidade à flor da pele.

“Ella”, de Leandro Angonese – 29.09, 16h: Uma verdadeira celebração à divindade feminina. Com seu estilo poético marcante, Leandro Angonese fala de sentimentos que vão ao mais íntimo de cada ser, como um homem que declara-se, continuamente, à mulher que sempre amou.

“Agradecer, vencer, comemorar”, de Zulmira G. Trindade P. da Costa – 05.10, 17h: Nesta obra, a autora traz um relato pessoal de todo o aprendizado que teve ao vivenciar um drama de saúde na família, que lhe exigiu dedicação exclusiva nos cuidados ao marido, após ele sofrer um Acidente Vascular Cerebral. Além de importantes lições, o livro traz também uma série de informações importantes para pessoas que vivenciam a mesma situação.

“Retrospecto da vida”, de Lourdes Lacava – 06.10, 14h: A obra reúne uma série de poemas escritos ao longo dos 78 anos de vida da autora, nos quais ela conta suas impressões sobre situações, lugares e pessoas, além de expressar emoções e lembranças.

“A república dos inocentes”, de Vanderlei Francisco Silva – 06.10, 15h: Nesta obra, a quarta de Vanderlei, o autor mergulha nos bastidores dos esportes e da política da América Latina, mostrando uma face desconhecida do grande público no que tange os jogos de poder e interesses. Na obra, ele fala de assuntos como corrupção, desorganização do sistema carcerário brasileiro, religiões e grande mídia.

“O grande vazio”, de André Fortunato – 06.10, 16h: Neste livro direcionado ao público infantojuvenil, André conta a história de Juninho, um garoto que conhece a bíblia e os valores cristãos e neles encontra as respostas para muitos questionamentos que ele tem a respeito da vida, tão caracterizada atualmente pela competitividade, a vaidade e o consumismo.

“A menina que caminhava”, de Laiana Cardoso – 07.10, 15h: Este pequeno livro mostra como a tragédia ocorrida com a menina Naiara, em Caxias do Sul, marcou a vida da cidade e o coração dos alunos da autora, professora na Rede Pública Municipal de ensino. Após lerem um texto da professora sobre o fato, os estudantes ficaram encantados e aconselharam-na a publicar um livro sobre o assunto. A proposta ficou ainda mais interessante quando os estudantes se propuseram a fazer as ilustrações da obra.

“Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro”, de Gisela Cardoso – 10.10, 18h: No livro, a autora retrata sob o olhar da psicologia jungiana a obra “Ópera do Malandro”, do compositor brasileiro Chico Buarque, traçando assim uma apurada análise dos arquétipos femininos e sociais que compõem esta obra e a forma com que estes mesmos arquétipos estão presentes na sociedade brasileira.

“O último Einstein e a relatividade do amor”, de Claudia Hackbart – 12.10, 18h: Há um instante no tempo que define toda uma história. Esta frase define o novo livro da escritora Claudia Hackbart. Ficção baseada em muitos fatos reais, a obra retrata um mundo prestes a sucumbir devido à tarceira guerra mundial. Neste cenário tenso, um grande cientista do passado reaparece no Brasil e, com a ajuda de seu tataraneto e o grande amor da vida dele, viaja no tempo para salvar a humanidade.

10 - Tudo pronto para a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

 

Sobre o Autor

Rafael Augusto Machado administrator

Rafael Augusto Machado é proprietário da Editora Vírtua. Especialista em Inbound Marketing certificado pela Rock Content. Formado em Jornalismo, é também professor, designer gráfico e músico.

Deixe uma resposta