Muito a comemorar

Muito a comemorar

image_pdfimage_print

Feira do livro de Santa Cruz do Sul recebeu 30 mil visitantes e vendeu 23,5 mil livros. Eventos paralelos destacaram o potencial dos escritores e ilustradores locais

Uma das principais cidades da região central do Rio Grande do Sul, Santa Cruz do Sul destaca-se em diversos segmentos da economia, com números expressivos. A 31ª edição da Feira do Livro da cidade, que aconteceu entre os dias 31 de agosto e 9 de setembro de 2018, mostrou que, também na literatura, a cidade tem um grande potencial. Segundo a organização do evento, recheado de atrações para todos os públicos, durante os 10 dias de feira foram registrados 30 mil visitantes e 23,5 mil livros foram vendidos nos 18 estandes.

 

DSC04192 - Muito a comemorar

Público conferiu as novidades de perto no estande da Zum. FOTO: Rafael Augusto Machado/Editora Vírtua

Depois dos quatro primeiros dias, em que a instabilidade do clima afastou uma parte do público, o sol voltou a brilhar na cidade e a circulação de leitores aumentou consideravelmente. Muitos aproveitaram para participar dos eventos que aconteciam na feira, como contações de histórias e invasão Cosplay, além de prestigiar ações em locais próximos como a palestra de Alexandre Beck, no Colégio Marista São Luiz; a mostra Vida Ilustrada, que apresentou trabalhos de ilustradores locais na Casa das Artes Regina Somonis; o encontro enre escritores de Santa Cruz e Caxias no Caffés Brandelero e o lançamento do livro “Pedaços”, de João batista da Silva, no OMA’s Haus Café, entre outros.

POTENCIAL LOCAL
Acompanhando os lançamentos e sessões de autógrafos ou caminhando pelos corredores da feira, era possível perceber o talento de escritores, editores e ilustradores santa-cruzenses. Chama a atenção e empolga a harmonia e união entre os agentes literários locais. Em frente ao estande da Zum, parceira da Vírtua na feira, um expositor exclusivo anunciava “autores locais”, e lá vendia suas obras. A literatura santa-cruzense caminha rumo ao crescimento e à consolidação no mercado.

DSC04203 - Muito a comemorar

Cidade, repleta de belos pontos turísticos, é forte na literatura. FOTO: Rafael Augusto Machado/Editora Vírtua

VÍRTUA NA FEIRA
A Editora Vírtua participou com muita alegria, pela primeira vez, da Feira do Livro de Santa Cruz do Sul, lançando na feira os livros “Ella”, de Leandro Angonese; “O Grande vazio”, de André Fortunato; “Pedaços”, de João Batista da Silva e “A república dos inocentes”, de Vanderlei Francisco Silva. A feira consolidou também a parceria entre a Vírtua e a Zum Editora, de Santa Cruz, iniciada algumas semanas antes, nas feiras do livro de Alegrete (RS) e Lajeado (RS). O Encontro de Diálogos Vírtua, que aconteceu no dia 1 de setembro e reuniu autores de Caxias e de Santa cruz, foi de grande valia para a Vírtua no sentido de evoluir em termos de produtos, serviços e, sobretudo, no aspecto humano, com a conquista de novas amizades e parcerias, que devem seguir fortes em eventos e projetos que devem seguir acontecendo entre escritores de ambas as cidades.

DSC04199 - Muito a comemorar

Leitores conheceram obras da Vírtua no estande da Zum. FOTO: Rafael Augusto Machado/Editora Vírtua

Sobre o Autor

Rafael Augusto Machado administrator

Rafael Augusto Machado é proprietário da Editora Vírtua. Especialista em Inbound Marketing certificado pela Rock Content. Formado em Jornalismo, é também professor, designer gráfico e músico.

Deixe uma resposta