Arquivo mensal agosto 2018

image_pdfimage_print

Café com poesia em Santa Cruz

Escritor e poeta caxiense João Batista da Silva apresenta seu livro “Pedaços”, no Café Colonial OMA’s HAUS, dia 3 de setembro, às 15h30

Depois de realizar eventos de lançamento em Caxias do Sul (RS), Farroupilha (RS) e Rio Negro (PR), o escritor e poeta caxiense João Batista da Silva apresentará seu mais novo livro, “Pedaços” (Editora Vírtua, 100 pg, R$ 32) aos leitores de Santa Cruz do Sul (RS) durante a Feira do Livro da cidade. O evento ocorrerá no OMA’s HAUS Café Colonial (Rua Marechal Deodoro, 280, Centro) a partir das 15h30 de segunda, 3 de setembro. Os leitores e escritores que comparecerem poderão adquirir este a outros livros de João Batista, que também estarão à venda no estande da Zum Editora e Distribuidora na Feira do Livro de Santa Cruz. Vírtua e Zum têm uma parceria comercial que visa a divulgação do potencial literário local e de Caxias do Sul.
Em “Pedaços”, o escritor expressa todo o seu talento com a poesia, jogando com as
palavras para demonstrar e expressar sentimentos que lhe marcaram com relação a pessoas, lugares, emoções e muito mais, sempre exaltando o lado humano das situações do cotidiano. Um livro de fragmentos poéticos, um enfeixe de poemas com sensibilidade à flor da pele.
Além de Pedaços, João Batista da Silva já lançou os livros Sonhar e pensar é preciso
(1990), Encanto dos bichos (2009), Lelé maluco não é (2011) e Lápis em cores (2013), e participou da 3ª e da 4ª edições da Antologia Caxiense de Poetas (1988/1991), além de ter o conto O menino que lia jornal publicado no livro Escritos Premiados (2008/2009). Seu blog (escritorbatista.blogspot.com.br) já foi lido em 54 países.

Sobre o livro:
Pedaços, de João Batista da Silva
Gênero: Poesia
Editora: Vírtua
Páginas: 100
Valor: R$ 32

04022018b - Café com poesia em Santa Cruz

06032018d - Café com poesia em Santa Cruz

25022018a - Café com poesia em Santa Cruz

Feira do livro de Lajeado (RS) começa nesta quinta, 23 de agosto

Livros da Vírtua estarão à venda no evento através da Zum, parceira da editora

O mundo literário segue movimentando as cidades gaúchas. No dia 23 de agosto, a partir das 9h, na Praça da Matriz, ocorre a abertura da 13° Feira do Livro de Lajeado, que terá como tema “Literatura Fantástica”. A programação vai até 26 de agosto e prevê oficinas, apresentações de dança, teatro, música, encontros com escritores e palestras.

Alguns títulos da Editora Vírtua estarão à venda no estande da Zum Editora, como “Quando o destino sorri prá você”, de Claudia Hackbart, “Ella” e “Inquietudes”, de Leandro Angonese e “A república dos inocentes”, de Vanderlei Francisco Silva. No final de semana seguinte terá início a Feira do Livro de Santa Cruz do Sul, onde a Vírtua deixará com a Zum todos os seus títulos, incluindo de autores que lançaram por outras editoras e que distribuem suas obras pela marca. A parceria também acontece na via inversa: quando a Vírtua participar de eventos em que a Zum não estiver, como nas feiras de Caxias do Sul e Vacaria, é a Vírtua quem levará as publicações da Zum para serem comercializadas.

PROGRAME-SE:

13ª Feira do Livro de Lajeado

Tema: Literatura Fantástica

23 a 26 de agosto

Local: Praça da Matriz

Dias/Horários: 23/08 (9h às 19h), 24/08 (8h às 19h), 25/08 (9h às 20h), 26/08 (9h às 18h).

Gisela Cardoso lança “Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro”, no Zarabatana Café, em Caxias

Livro que analisa os significados psicológicos da peça de Chico Buarque será apresentado ao público a partir das 20h30 desta quinta-feira, 23 de agosto

Que relações podemos estabelecer entre psicologia junguiana, antropologia do imaginário, música popular brasileira, mitologia grega e estudos culturais de gênero? A resposta a essa questão encontra- se em “Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro” (Editora Vírtua, 216 pg, R$ 40), livro baseado na obra de Chico Buarque. Nesta pesquisa, a psicóloga junguiana Gisela Cardoso evidencia sua maestria na seleção dos conceitos da Psicologia Analítica para analisar esta importante obra da cultura brasileira. A partir das 20h30 desta quinta, 23 de agosto, a autora recebe os leitores e autografa a obra no Zarabatana Café (Luiz Antunes, 312, Caxias do Sul), com algumas surpresas preparadas para o público.

Com base em uma ampla pesquisa bibliográfica, guiada pelo viés das ideias jungianas sem deixar de abordar cada aspecto da Ópera sob o ponto de vista de outros grandes estudiosos da psicologia, da antropologia e de outras ciências sociais, o livro torna-se, naturalmente, uma referência e objeto de pesquisa para todos os interessados em compreender como se construíram, ao longo dos anos, uma série de estereótipos e conceitos que se incorporaram à cultura brasileira e por que eles influenciaram tanto nossa sociedade.

Este é o primeiro livro de Gisela, psicóloga clínica especialista em Teoria e Prática Jungiana e em Arteterapia. É também mestre em Letras, Cultura e Regionalidade pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e idealizadora e gestora do “Giramundo: dançaterapia e outros movimentos”.

PROGRAME-SE

Lançamento do livro “Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro”, de Gisela Cardoso (R$ 40)

Dia 23 de agosto, às 20h30

Zarabatanta Café, em Caxias do Sul (Rua Luiz Antunes, 312)

capa baixa - Gisela Cardoso lança "Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro", no Zarabatana Café, em Caxias
Capa do livro. Desenho feito pela autora.
autores gisela - Gisela Cardoso lança "Os bastidores arquetípicos da Ópera do malandro", no Zarabatana Café, em Caxias
A autora.

Ao amor que renasceu das cinzas: Leandro Angonese apresenta “Ella” na Feira do Livro de Santa Cruz do Sul

Nona obra do poeta caxiense exalta a divindade feminina e os amores que marcam corações e desejos. Sessão de autógrafos acontece dia 1º de setembro, às 14h

A participação da Editora Vírtua na 31ª Feira do Livro de Santa Cruz do Sul terá diversas atrações especiais, como lançamentos e sessões de autógrafos de livros de seus autores e o encontro entre escritores de Caxias e Santa Cruz, no 4º Encontro de Diálogos Vírtua. Entre os livros da marca que serão apresentados na feira está “Ella” (Editora Vírtua, 88 páginas, R$ 15), de Leandro Angonese.

Ilustrado por Lucas Hoffman, este é o novo livro do poeta caxiense, sendo composto por poemas que exaltam a divindade da figura feminina e a forma como ela mexe com o coração e os sentimentos. “Ella” será apresentado ao público local no dia 1º de setembro, às 14h, quando o autor estará autografando o livro para os leitores. “De meus nove livros publicados, ‘Ella’ é meu ápice, pois foi escrito em um deserto. Não sou um poeta das planícies, sou um poeta que escreve nos abismos e o deserto, para mim, é um campo fértil. A minha religião é a poesia”, afirma o autor.

PROGRAME-SE

Lançamento e sessão de autógrafos do livro “Ella”, de Leandro Angonese

Feira do Livro de Santa Cruz do Sul

Sábado, 1º de setembro, às 14h

Valor do livro: R$ 15

CONFIRA ALGUNS TRECHOS DO LIVRO

“Por três dias e três noites

Fostes minha

Para todo o sempre

Serei teu.”

“És a aurora de minhas manhãs

Meu sol do meio-dia

És a lua que ilumina meus passos noturnos.”

“Teu corpo não tem fronteiras

Nele transito livremente

Em altar profano

Cometo terríveis pecados

Meu maior vício

Meu tormento noturno.”

Capa do livro Ella
Capa do livro “Ella”. Arte: Editora Vírtua

Vanderlei, nós e a inocência de todos os dias

“A república dos inocentes”, quarto livro de Vanderlei Francisco Silva, será lançado na Feira do Livro de Santa Cruz do Sul dia 9 de setembro, às 14h, retratando uma realidade que todos nós presenciamos diariamente

A literatura tem o poder de mexer com a imaginação, nos fazer pensar, refletir, se emocionar… Mas ela pode também incomodar. Inconformar. Nos tirar da zona de conforto. Os livros de Vanderlei Francisco Silva são obras que mesclam realidade e ficção de maneira a tocar em assuntos que, muitas vezes, são encarados como tabus pela sociedade. Ao final da leitura, é impossível não ter aquela sensação de que ainda há muito a ser mudado nos seres humanos e na sociedade.

Depois de ter feito grande barulho no meio literário caxiense com “Os desejos de Maria”, “Pecados permitidos” e “A primeira célula”, Vanderlei apresenta “A república dos inocentes” (Editora Vírtua, 200 páginas, R$ 35), onde conta a história de Hafighi, um palestino que é “descoberto” como um talento do Rugby e, levado à Argentina para praticar o esporte, é exposto a um interminável jogo de intrigas, interesses políticos e econômicos, preconceitos e corrupção.

Na trama, o autor vai ao fundo de cada questão, detalhando bastidores de fatos que, apesar de relatados como ficção, são baseados em fatos reais presenciados por nós todos os dias, mas que preferimos fingir que não vemos. Hafighi, ao longo da trama, se envolve com a bela jornalista Júlia e mergulha em conflitos morais que mexem com sua personalidade. Ao final, o leitor percebe que, por mais que presenciemos há muito tempo tudo que é relatado no livro, seguimos nos considerando todos inocentes. 

Alguns trechos da obra:

Quando o bombardeio acabou, ele carregou o
próprio pai nos braços por mais de cinco quilômetros,
até ser resgatado por soldados sauditas. O entardecer
do sétimo dia de Ramadã foi de silêncio e revolta.
Hafighi ouviu do velho criador de camelos as últimas
palavras, e, mais que um conselho, aquelas palavras
foram uma lição de vida, uma lição de fé.

− E como vou saber que vencerei a licitação?
Confiante, o assessor separou alguns formulários
e abriu-os diante dos olhos ávidos do palestino.
− Como o senhor pode ver, os valores já estão
todos definidos, as cifras da direita que estão em
verde serão depositadas na conta da empreiteira,
que por sua vez dividirá o valor em três partes. E
aí começa nosso negócio. Serão vinte por cento do
montante líquido para a Calderon, quinze por cento
para despesas com seguradoras e mão de obra e o
restante para a aquisição de materiais.

O homem mostrou a pistola russa sob o paletó.
– Entendido?
Hafighi assentiu, sem tirar os olhos do rosto do
outro agente. Os olhos dele falavam de um futuro encontro.
Um acerto de contas, talvez.
– Fique tranquilo. Sei o script – disse Hafighi.
A sala da quinta delegacia de entorpecentes
era suja e sem vida. O delegado, José de Lemos, parecia parte daquele lugar. Antipático, cara sofrida e
objetivo.

capanova baixa frente - Vanderlei, nós e a inocência de todos os dias
Capa do livro. Arte: Editora Vírtua. Modelo: Amanda Kurek
IMG 20180728 170718 - Vanderlei, nós e a inocência de todos os dias
Vanderlei (ao microfone) fala sobre sua obra no 2º Encontro de
Diálogos Vírtua, dia 28 de julho de 2018

André Fortunato lança “O Grande Vazio” em Santa Cruz

Novo livro de histórias em quadrinhos será apresentado na Feira do Livro e em um evento especial na cidade

A participação da Editora Vírtua na 31ª Feira do Livro de Santa Cruz do Sul terá diversas atrações especiais, como lançamentos e sessões de autógrafos de livros de seus autores e o encontro entre escritores de Caxias e Santa Cruz, no 4º Encontro de Diálogos Vírtua. Entre os livros da marca que serão apresentados aos autores está “O grande vazio” (Editora Vírtua, R$ 7), de André Fortunato. No formato de histórias em quadrinhos, a obra traz uma mensagem cristã de amor a Deus e aos semelhantes como forma de preencher o vazio que um mundo tomado pela competição e o individualismo pode gerar nas pessoas. “É um livro que fala sobre a ausência de Deus na vida dos homens”, diz o autor. Com grande aceitação no meio evangélico, a obra leva uma mensagem que pode ser bem recebida por todos os cristãos. “O livro fala de Jesus Cristo. Não sobre sua vida, mas a forma como ele transforma as pessoas”, complementa Fortunato.

O livro será apresentado ao público em sessão de autógrafos na Feira do Livro de Santa Cruz do Sul no dia 2 de setembro, às 14h, e no mesmo dia, às 18h, será apresentado também na Igreja Batista da Comunhão (em frente ao quartel da cidade), onde o autor realizará também uma facilitação gráfica, realizando desenhos que retratarão o culto realizado pela instituição naquela noite. Além de “O grande vazio”, André já publicou os livros “Bullying não é brincadeira”, “Pastor Gaúcho”, “Contos da caserna” e “Racismo, não!”. Na feira de Santa Cruz, os livros serão comercializados no estande da Zum, parceira comercial da Vírtua na região.

12082018e - André Fortunato lança “O Grande Vazio” em Santa Cruz
Arte criada pela Editora Vírtua para divulgar o lançamento em Santa Cruz do Sul

Santa Cruz respira literatura

A poucos dias do começo da feira do livro, escolas da cidade recebem escritores e fomentam o gosto pela leitura

Com a realização da Festa Literária de Santa Cruz do Sul (Fliscs), que começou no dia 13 de agosto e está levando diversos autores locais às escolas da cidade para bate papos com alunos, Santa Cruz do Sul (RS) entra no clima de sua Feira do Livro, que acontece entre os dias 31 de agosto e 9 de setembro. E não só as ações da Fliscs têm contribuído para isso. Neste período, lançamentos em livrarias da cidade e visitas de autores locais às escolas de forma independente também contribuem de forma positiva para a disseminação do gosto pela leitura na comunidade santa-cruzense.

Nesta quinta, 15 de agosto, o jovem Bruno Ledur esteve na Escola Estadual de Ensino Médio Santa Cruz para conversar com os alunos, e diz que foi uma experiência muito positiva. “Todo o processo foi muito produtivo. O público interagiu ao realizar perguntas interessantes e eu tive a oportunidade de responder a todas”, afirma o escritor. No dia 8, ele tinha feito uma visita nos mesmos moldes à Escola Municipal de Ensino Fundamental José Ferrugem.

16082018a - Santa Cruz respira literatura
Bruno Ledur e os alunos da escola Santa Cruz. FOTO: Divulgação

Na tarde de 14 de agosto, integrando as ações da Fliscs, a escola José Wilke recebeu Angelita Borges para conversar com os estudantes, com intermediação do jornalista Mauro Ulrich. Angelita lançou recentemente, em parceria com Luciano Iepsen, o livro “Os cactos também dão flores”. Na manhã do sábado, 11 de agosto, a livraria Iluminura sediou o lançamento de “Cadê o vento?” e “Joaquim e Joaquina”, da escritora local Valquíria Ayres Garcia.

16082018b - Santa Cruz respira literatura
Angelita Borges e Mauro Ulrich no José Wilke. FOTO: Divulgação/Gramatti

A programação segue intensa até a abertura da Feira do Livro de Santa Cruz do Sul, dia 31 de agosto, e segue até o dia 9 de setembro, com ações durante o evento. Além de muitas sessões de autógrafos, a feira também terá várias apresentações artísticas e o encontro entre escritores de Caxias e Santa Cruz, no dia 1 de setembro, no Cafées Brandelero, integrando o 4º Encontro de Diálogos Vírtua.

16082018c - Santa Cruz respira literatura
Valquíria Ayres Garcia autografando seus livros na Iluminura. FOTO: Luana Ciecelski

Vanderlei Francisco Silva lança “A república dos Inocentes” no Zarabatana café, em Caxias

Primeira apresentação do livro ao público acontece no sábado, 18 de agosto, a partir das 18 horas. Depois, obra será autografada nas feiras do livro de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul

Um livro polêmico, bem ao estilo de Vanderlei. Assim, “A república dos inocentes” chega ao mercado literário em um momento que não poderia ser mais propício. Quem quiser comprovar esta afirmativa tem um compromisso para o próximo sábado, 18 de agosto, a partir das 18h, quando o autor estará recebendo leitores e autografando a obra. Posteriormente, ocorrerão lançamentos e sessões de autógrafos nas feiras do livro de Santa Cruz do Sul e de Caxias do Sul.

“A república dos inocentes” (Editora Vírtua, 200 pg, R$ 35) conta a história de Hafighi, um palestino que, ao ser descoberto como um talento para o rugby, é levado para a Argentina, onde passa a atuar profissionalmente no esporte. A partir daí, ele se envolve em uma trama de corrupção, jogos de poder, manipulação e controle que o obrigará a enfrentar de frente seus até então intocados ideiais religiosos. Apesar de ser uma ficção, a trama conta uma história que envolve diferentes segmentos sociais, como político, empresarial, esportivo e jornalístico, e mostra como cada um destrói a si mesmo e aos outros em razão de fatores como ganância, cobiça, dinheiro e prazer. Ao final, o leitor obriga-se a trazer para a realidade a história do livro e reconhecer que tudo aquilo acontece sob nossos narizes, e que, ironicamente, ao final, todos nos julgamos inocentes.

Este é o quarto livro de Vanderlei, conhecido no meio literário de Caxias do Sul e região por sua habilidade em fazer uma literatura polêmica, mexendo em feridas que, geralmente, ninguém quer tocar. Assim foi com seus outros três livros: “Os desejos de Maria”, “Pecados permitidos” e a “Terceira Célula”. neste contexto, “A república dos inocentes” chega para lembrar aos amantes da boa leitura que, enquanto houver livros assim, que nos fazem questionar o mundo e que geram vontade de mudar as coisas, as letras permanecerão vivas.

PROGRAME-SE:

Lançamento e sessão de autógrafos do livro “A república dos Inocentes”, de Vanderlei Francisco Silva

Dia 18 de agosto, em Caxias do Sul: Zarabatana Café (Rua Luiz Antunes, 312) – Entrada Franca

Dia 2 de setembro, 14h, em Santa Cruz do Sul: feira do Livro da cidade, na praça Getúlio Vargas – Entrada Franca

Dia 6 de outubro, 15h, em Caxias do Sul: Feira do Livro da cidade, na Praça Dante Alighieri – Entrada Franca

Encontro entre escritores de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul acontece no dia 1 de setembro

Iniciativa visa a promover a interação entre os talentos literários das duas cidades gaúchas. Evento será no Caffés Brandelero, de frente para a Feira do Livro de Santa Cruz

A literatura estará no ar na maior cidade do Vale do Rio Pardo a partir de 13 de agosto, quando começam as atividades da Festa Literária de Santa Cruz do Sul (Fliscs). A iniciativa prepara o público para a Feira do Livro da cidade, que acontecerá entre os dias 31 de agosto e 9 de Setembro, na praça Getúlio Vargas.

Entre todas as atrações da feira, uma chama a atenção pelo seu aspecto inovador. No sábado, 1 de setembro, às 15h30, ocorre no Caffés Brandelero, de frente para a feira, um encontro entre escritores, editores e leitores de Caxias do Sul e Santa Cruz do Sul. Integrando a quarta edição do Encontro de Diálogos Vírtua, promovido pela Editora Vírtua, de Caxias do Sul, o evento tem como objetivo proporcionar a troca de conhecimentos e experiências entre todos os participantes, de maneira a gerar crescimento profissional para todos, criar parcerias e fortalecer do mercado editorial em ambas as cidades. Na ocasião, escritores poderão apresentar seus livros aos colegas e falar sobre suas carreiras e processos criativos.

leandro comlivro e1528253012356 - Encontro entre escritores de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul acontece no dia 1 de setembro
Poeta Leandro Angonese, vice-presidente da Academia Caxiense de Letras, é presença garantida

A ideia partiu do poeta Leandro Angonese, vice-presidente da Academia Caxiense de Letras. Ele realizará sessão de autógrafos de seu mais recente livro, “Ella” (Editora Vírtua, 88 páginas, R$ 15) no dia 1 de setembro, às 14h, e sugeriu aproveitar a ocasião para realizar o evento. Representando a literatura de Caxias do Sul, além de Angonese, estará presente o santa-cruzense Rafael Augusto Machado, proprietário da Editora Vírtua, e estão programando a participação também os escritores caxienses Claudia Hackbart, Jussára C. Godinho (vencedora do Prêmio Lila Ripoll de poesia em 2018), Gisela Cardoso e, nos próximos dias, novos colegas devem juntar-se ao grupo.

edison - Encontro entre escritores de Santa Cruz do Sul e Caxias do Sul acontece no dia 1 de setembro
Edison Botelho, carioca radicado em Santa Cruz, está entre os representantes locais no evento

Entre os talentos locais está garantida a presença de Edison Botelho, ícone da literatura santa-cruzense. Professor de Direito Constitucional e Internacional na Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), ele é membro-fundador e presidente da Associação Santa-cruzense de Escritores (ASCE) e membro-fundador da Academia de Letras de Santa Cruz do Sul. Já lançou os livros de poesia “A vida na ponta do dedo”, “Em canto”, “Sintoma e terapia”, “Tenho que ser nuvem”, “Um quarto de Lua” e o romance “Barbel”, além de ter participado e organizado o livro de poesia “Invasão Poética” do coletivo “Poesia! Santa Cruz do Sul”. Também são esperados no evento grandes nomes da literatura santa-cruzense, como Mauro Ulrich, Valquíria Aires Garcia, Rafael Amorim, Gil Kipper, Angelita Borges, Demétrio de Azeredo Soster, Cassionei Niches Petry e outros.

Mais informações:

Editora Vírtua – Jornalista Rafael Augusto Machado

Fone: (54) 3214.6119 | (54) 99206.4363

E-mail: contato@editoravirtua.com

Web: www.editoravirtua.com

Fanpage: facebook.com/editoravirtua

Twitter: @edvirtua

Instagram: @editoravirtua

Festa Literária de Santa Cruz do Sul inicia no dia 13 de agosto

Espécie de aquecimento para a feira do livro da cidade, evento levará escritores às escolas locais

A feira do livro de Santa Cruz do Sul (RS), que este ano contará pela primeira vez com a presença de obras e escritores da Vírtua, começará no dia 31 de agosto, estendendo-se até o dia 9 de setembro. Mas a magia da literatura tomará conta da cidade algumas semanas antes. A partir de 13 de agosto, a Festa Literária de Santa Cruz do Sul (Fliscs), realizada pelo Serviço Social do Comércio (SESC), levará a literatura a diversas escolas da cidade, que contarão com a presença de escritores locais.

Este ano, os autores participantes serão Valquíria Aires Garcia, Rafael Amorim, Gil Kipper (da Zum editora, parceira Vírtua), Angelita Borges, Demétrio de Azevedo Soster e Mauro Ulrich. Eles visitarão as escolas municipais Normélio Boettcher, José Ferrugem, Menino Deus, José Leopoldo Rauber, Harmonia e Duque de Caxias, e as estaduais Goiás, Petituba, Polivalente, José Wilke e Santa Cruz. Os escritores responderão perguntas dos alunos sobre suas obras e o fazer literário.

zum - Festa Literária de Santa Cruz do Sul inicia no dia 13 de agosto
Gilberto Kipper é um dos escritores convidados nesta edição da Fliscs

Edição especial do “Encontro de diálogos Vírtua” terá oficina de escrita literária com Uili Bergammín Oz

Depois de duas edições muito produtivas, onde os participantes e o público discutiram assuntos importantes e adquiriram muito conhecimento, o Encontro de Diálogos Vírtua, evento literário da Editora Vírtua, chega em sua terceira edição com uma iniciativa diferenciada.
No dia 18 de agosto, às 14h30, na Sonhe Mais Viagens (Bento Gonçalves, 2031, sala 24, caxias do Sul), quem comandará o evento sertá o escritor Uili Bergammín Oz, que ministrará uma oficina sobre Escrita Literária. A ideia é transmitir a experiência de Uili para outros escritores, inspirando-os a dar forma a suas obras e publicá-las. Com um investimento de R$ 40, os participantes terão acesso a uma série de conhecimentos importantes para inspirá-los e guiá-los em seus trabalhos literários. São 20 vagas disponíveis.
Uili é autor de 20 livros nos mais diversos gêneros, como contos, poesias, novelas e biografias, além de obras infantis e juvenis. Venceu dezenas de prêmios literários, alguns de nível nacional e internacional. Seus textos já foram adaptados para o teatro, cinema, artes visuais, músicas e outros suportes artísticos.

3º Encontro de Diálogos Vírtua

Dia: 18 de agosto

Horário: 14h30

Tema: Oficina de escrita literária

Investimento: R$ 40

Informações e inscrições: (54) 3204.1057 ou (54) 99167.8970

uili02 - Edição especial do "Encontro de diálogos Vírtua" terá oficina de escrita literária com Uili Bergammín Oz
Uili Bergammín Oz palestrará para escritores